Política

Trump quer retirar de maneira rápida os EUA de acordo climático, diz fonte

14 de novembro de 2016

download-1O presidente dos Estados Unidos eleito na madrugada da última quarta-feira (9), Donald Trump, está buscando maneiras rápidas de sair de um acordo global para limitar as mudanças climáticas. As informações são de uma fonte de sua equipe de transição e foram divulgadas pela agência Reuters neste domingo (13).

Com a decisão, Trump estaria desafiando o apoio internacional para o plano de reduzir as emissões de gases de efeito estufa.
Desde que o candidato republicano foi escolhido, os governos que vão da China aos pequenos Estados insulares reafirmaram o apoio ao Acordo de Paris de 2015, durante as negociações sobre o clima que vão até 18 de novembro em Marrakesh, Marrocos.

Segundo a fonte ouvida pela agência de notícias, o magnata – que chamou o aquecimento global de uma fraude e prometeu abandonar o Acordo de Paris – estava considerando formas de contornar um procedimento teórico de quatro anos para deixar o acordo. A agência afirma que a fonte trabalha na equipe de transição de Trump para política internacional de energia e clima.

Entre as promessas e o futuro do país

Donald Trump está dando sinais de que pode recuar em algumas promessas feitas durante a campanha eleitoral, entre as quais a construção de um muro na fronteira com o México (a ser pago com dinheiro do governo mexicano), a proibição de muçulmanos de entrar em território norte-americano, a expulsão de imigrantes sem documentos e a revogação do Obamacare, uma lei aprovada pelo pelo presidente Barack Obama em março de 2010 que reduz os custos do seguro saúde de milhões de americanos.

IG