Política

Morre o apresentador Jota Júnior; jornalista precisava de um transplante de pulmão, mas não resistiu

24 de abril de 2017

jota-juniorO jornalista e apresentador Jota Júnior morreu, na madrugada desta segunda-feira (24), após complicações em decorrência do agravamento de seu estado de saúde. O ex-prefeito de Bayeux estava afastado da profissão após descobrir que precisava de um transplante de pulmão. Ele havia sido transferido nesse domingo (23) para Porto Alegre, onde faria o transplante.

Durante a viagem, Jota Junior sofreu uma parada cardíaca e precisou ser internado em Belo Horizonte, Minas Gerais, mas não resistiu. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

O jornalista era responsável pela apresentação do programa Cidade Alerta Paraíba, da TV Correio, na época em que recebeu diagnóstico da necessidade de um transplante de pulmão.

Biografia – Josival Júnior de Sousa, o Jota Júnior, nasceu em Campina Grande e tornou-se conhecido em todo estado ao comandar o programa Correio Verdade, da TV Correio. Muito querido pelo público, em 2004, ele entrou na política paraibana, sendo eleito prefeito da cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, e reeleito quatro anos depois.

Após os mandatos como gestor municipal, Jota Júnior voltou para o jornalismo policial e assumiu a apresentação do Cidade Alerta Paraíba. Em abril do ano passado, ele precisou se afastar da TV por conta da necessidade de um novo pulmão. Ele se mudou para Fortaleza, Ceará, onde iniciou o tratamento.

No entanto, um problema no coração fez com que Jota voltasse para João Pessoa em fevereiro deste ano. Sem tratar a doença no coração, o apresentador não poderia passar pelo transplante. Recentemente, Jota tinha divulgado um vídeo falando que “as coisas estavam se agravando” e pedindo orações.

Com informações do Portal Correio