Política

Ministro de Bolsonaro tacha Lula de “chefe de quadrilha” e crava: “solto sim, livre não”

08 de novembro de 2019

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, quebrou o silêncio do Palácio do Planalto e comentou na noite de ontem a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No Twitter, o braço-direito do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que o petista está “solto sim, livre não”.

O comentário faz alusão ao slogan da militância do ex-presidente, que pedia pela liberdade dele com “Lula livre“. “Solto sim, LIVRE NÃO. ‘Nós não somos dos que retrocedem para a destruição, mas dos que têm fé para preservar a vida’ – Hebreus 10:39”, escreveu Onyx citando uma passagem bíblica.

Para o titular da Casa Civil, o petista é o “chefe da quadrilha” dos condenados e, apesar de solto nesta tarde, voltará para a cadeia. Lula foi liberado após o Supremo Tribunal Federal (STF) rever a jurisprudência do cumprimento de pena após a condenação em segunda instância.