Política

Artista tacha ex-governador de ‘ratazana’ e afirma quem é o chefe do escândalo da Calvário: ‘Ricardo Coutinho, o tirano, o perverso, o medonho, o mal feitor, o bandido’

07 de maio de 2019

O cantor e compositor Vital Farias detonou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), a quem tachou de ‘ratazana’, ‘monstro’, ‘ceifador de vidas’ e ‘delinquente da pior espécie’. Sob o título “Hum ratazana do rabo de dinossauro”, Vital usa suas redes sociais para espinafrar Coutinho.

Em um dos trechos, acentua: “passou a andar como um rato se esgueirando pelos cantos aos aeroportos”. Noutro, ainda mais bélico, brada: “Um delinquente da pior espécie. Perigoso! Um ceifador de vidas. Sim! Quem rouba dinheiro da saúde e dos mais pobres comete o mais cruel e hediondo dos crimes. E já se sabe que sua ação criminosa se estendia para áreas como a educação. Um monstro!!! O mais perverso que já andou por nossas terras. Seu nome? Todos sabem. Chama-se Ricardo Coutinho, o tirano, o perverso, o medonho, o mal feitor, o bandido. Mas ele está em completo desespero, não fala coisa com coisa, até a voz, antes altiva, oscila em tons estranhos.”

Nos meios jurídicos, informações dão conta que o ex-governador teria ficado injuriado e determinado que seus advogados impetrem uma ação penal contra o compositor de “Veja” (Margarida), “Era casa, era jardim” e “Ai que saudade de ocê”, dentre outros sucessos de um vasto cancioneiro popular.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA POSTAGEM…

HUM RATAZANA DO RABO DE DINOSSAURO!

A Paraíba e o Brasil estão em choque! Como cidadão comum que sou acompanho à distância os passos da operação “Calvário” e o desmantelamento de uma organização criminosa que seguramente promoveu o mais aviltante e escandaloso assalto aos cofres públicos da nossa história. Estamos falando de bilhões de reais! Bilhões!

Graças ao trabalho corajoso e independente do Ministério Público, do Judiciário e da Polícia Federal, já podemos identificar o chefe dessa organização criminosa. Ele sempre foi um falso moralista; era chegado a umas bravatas, pousava de gestor sério e moderno, aparentava ter hábitos modestos, frequentemente atacava seus adversários com enorme virulência, tinha um discurso agressivo, era perseguidor, destruiu milhares e milhares de famílias com seus métodos desumanos; era medonho; sequer a própria família ele preservou.

Ele enganou muitos e por muito tempo. E ainda tem os cúmplices que o seguem. Vão afundar uns abraçados aos outros ou trocando tapas. Ele ganhava eleições de forma surpreendente. Hoje sabe-se muito bem o porque e como. Seus assombrosos e inacreditáveis crimes raspavam os interesses eleitorais. Contudo, ganhar as eleições fraudando todo o processo não era seu principal objetivo. Enriquecer, era!!! Ao logo dos anos, enquanto pousava de bom moço , foi amealhando um patrimônio invejável. Uma fortuna de fazer inveja a muitos bilionários.

Um delinquente da pior espécie. Perigoso! Um ceifador de vidas. Sim! Quem rouba dinheiro da saúde e dos mais pobres comete o mais cruel e hediondo dos crimes. E já se sabe que sua ação criminosa se estendia para áreas como a educação. Um monstro!!! O mais perverso que já andou por nossas terras. Seu nome? Todos sabem. Chama-se Ricardo Coutinho, o tirano, o perverso, o medonho, o mal feitor, o bandido. Mas ele está em completo desespero, não fala coisa com coisa, até a voz, antes altiva, oscila em tons estranhos.

Passou a andar como um rato se esgueirando pelos cantos dos aeroportos e se utilizando indevidamente de benesses que não lhe cabem. Seus auxiliares mais próximos estão presos ou foram alvos de buscas e apreensões. Ele está cercado, moralmente destruído. Sua reputação foi à ruína. Restaram-lhe seus bens( imóveis inclusive na Europa). Mais do que adianta? Um rato só rói as sobras e se tiver enjaulado nada lhe restará. Sem patrimônio, sem honra, sem dignidade. Um rato, apenas!”

(Mais em https://www.facebook.com/VitalFariasOficial)