Política

Após PSB distribuir espinhos, Rosas revela que grupo do governador João Azevêdo deve sair do partido

15 de novembro de 2019

O secretário-chefe de Governo, Edvaldo Rosas, decidiu romper o silêncio, ontem, e deixou claro que tanto ele quanto o grupo do governador João Azevêdo vão deixar o PSB e procurar outro projeto político. Edvaldo disse que vai sentar com os aliados para definir, de forma coletiva, o futuro partidário do grupo.

“Vamos em busca de outro projeto dentro do campo da esquerda. O conjunto de convites dos partidos é amplo. Vamos sentar com os aliados para definir. A gente tem sido procurado por muita gente sobre o caminho a seguir e vamos construir isso com várias  pessoas. Essa história de disputa no PSB é página virada. É tocar a vida e procurar outro projeto. Houve falta de respeito da Direção Nacional pela nossa história no partido”, declarou Edvaldo Rosas em entrevista ao Correio Debate, da 98 FM.