Política

Aliado de Veneziano e ex-auxiliar dos governos Dilma e Temer é nomeado no lugar de secretário preso na Operação Calvário

10 de outubro de 2019

Aliado do senador Veneziano Vital do Rego, de quem foi Secretário de Turismo, e ex-auxiliar dos governos Dilma Roussef (PT) e Michel Temer (MDB), dos quais foi diretor de Mercados Internacionais e de Inteligência Competitiva e Promoção Turística do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), também indicado pelo parlamentar campinense ainda nos áureos tempos de emedebismo, Gilson Lira é o nome escolhido por João Azevêdo para substituir Ivan Burity, preso ontem, durante a quinta fase da Operação Calvário, que investiga uma Organização Criminosa que dilapidou os cofres públicos paraibanos durante os governos do PSB nos últimos anos e que drenou para corrupção recursos de diversos áreas, a exemplo de saúde e educação.

Ontem, no final da tarde, Ivan Burity, que até então ocupava a pasta do Turismo, enviou ao governador João Azevêdo seu pedido de exoneração do cargo. Sem perder tempo, João Azevêdo nomeou Gilson Lira na edição desta quinta-feira (10), do Diário Oficial do Estado.

A nomeação de Gilson Lira contempla o senador Veneziano Vital do Rego, que na ‘guerra fria’ do PSB, após ficar no muro por um bom tempo, tem sido ardoroso defensor do governador João Azevêdo, isso em detrimento do ex-governador Ricardo Coutinho.

Gilson Lira, que deixou a diretoria da Embratur após o presidente Jair Bolsonaro tomar posse no Palácio do Planalto, atuou por quatro anos à frente das diretorias de Mercados Internacionais e de Inteligência Competitiva e Promoção Turística do Instituto, tendo sido auxiliar dos governos do PT e do MDB, seu antigo partido.