Política

Bola Fora

Aécio: PSDB não deve se envergonhar do apoio a Temer

18 de dezembro de 2017

O senador Aécio Neves (PSDB), em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, a primeira depois de ser denunciado por corrupção e obstrução da Justiça, admite que cometeu um erro ao pedir R$ 2 milhões a Joesley Batista e afirma que foi “vítima de uma ação planejada com a PGR” (Procuradoria Geral da República) ao ter a conversa com o empresário gravada.

Ele ainda diz que será candidato em 2018, provavelmente ao Senado.

Sobre o apoio do PSDB ao Governo Temer, Aécio Neves afirma que “nós não temos de nos envergonhar, em momento algum, do apoio que demos à agenda do governo Temer. Essa foi uma decisão coletiva, não individual do presidente do partido”.