Política

Advogado de ex-governador adota narrativa ‘lulopetista’ e parte para cima do MP: “operação espetacularizada com objetivos majoritários de encobrir as conquistas dos oito anos de governo”

14 de janeiro de 2020

O advogado do ex-governador Ricardo Coutinho, Eduardo Cavalcanti, considerou a denúncia oferecida contra pelo Ministério Público contra seu cliente como “sem qualquer prova a não ser delações, além da tentativa permanente do Ministério Público em criminalizar qualquer diálogo que envolva gestão de Governo”.

Instado a comentar a denúncia feita pelo MP, Cavalcanti disse o seguinte:

“Uma denúncia sem qualquer prova a não ser delações, além da tentativa permanente do Ministério Público em criminalizar qualquer diálogo que envolva gestão de governo. Não existe culpa por não existir fato concreto. Não existe qualquer aumento minimamente ilícito do patrimônio, enfim, uma operação espetacularizada com objetivos majoritários de encobrir conquistas dos oito anos de governo”