Paraíba

Cendac lança projeto sobre violência de gênero na Escola Técnica de Mangabeira

16 de maio de 2019

O Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac) realizou, nesta quinta-feira (16), o lançamento do projeto “Ampliando o diálogo sobre violência de gênero nas escolas estaduais da Paraíba”, reunindo cerca de 100 estudantes no auditório da Escola Técnica Estadual de João Pessoa Pastor João Pereira Gomes Filho, em Mangabeira.

O projeto, que já está em sua segunda edição, tem como objetivo desenvolver ações educativas em 30 escolas da rede estadual de ensino, ampliando o conhecimento dos alunos e alunas acerca da Lei Maria da Penha e dos mecanismos de prevenção, combate e denúncia à violência “Nós acreditamos que as escolas possuem um papel fundamental na conscientização da família e de toda a sociedade no combate à violência contra a mulher e a participação e envolvimento neste projeto tem fortalecido ainda mais nossa atuação para que tenhamos êxitos em nossos objetivos ao longo deste ano”, ressaltou a presidente do Cendac, Valquíria Alencar, na abertura do evento.

Estudantes do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima), do polo Alto do Mateus, fizeram a abertura da atividade, que contou com as presenças do coordenador do Programa Gira Mundo, Túlhio Serrano; da gerente executiva de Diversidade e Inclusão da Secretaria de Educação do estado, Vanusa Cavalcanti; da chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Verônica Ismael; da gerente da 1ª Regional de Ensino, Lívia Aparecida; da delegada da Mulher região Norte, Josenice de Andrade; da secretária de Educação de Conde, Aparecida Uchoa, e do diretor da Escola Integral de Mangabeira, Elton de Paula.

Segundo a presidente do Cendac, Valquíria Alencar, este ano o projeto foi ampliado e outros municípios foram contemplados, a exemplo de Patos, Pombal, Campina Grande, Queimadas, Sapé, Sobrado, Boa Vista, Conde e Santa Rita. “Além das palestras que vamos realizar nas escolas por pessoas especialistas em violência contra a mulher, vamos desenvolver mostras artísticas, exposições fotográficas, divulgação de obras de escritoras brasileiras e finalizaremos com a segunda edição da Mostra Mulheres Inspiradoras, desta vez, trazendo nomes de mulheres brasileiras que contribuíram e contribuem para o desenvolvimento do país”, frisou.

A especialista em Direitos da Mulher e da gerência executiva de enfrentamento à violência da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Joyce Borges, debateu com professores, alunos e gestores, sobre a Lei Maria da Penha e o Feminicídio. Para ela, o projeto acontece em boa hora e junto a um público que precisa de informação e que está disposto a atuar no combate a este tipo de crime. “Estou encantada com este projeto desenvolvido pelo Cendac e me sinto muito honrada de estar aqui hoje com vocês. Os jovens são o futuro de uma nação. Vocês têm sede e fome de informação e é muito importante que estejamos debatendo este tema junto de vocês, meninos e meninas das escolas públicas estaduais da Paraíba, para que possamos mudar esta realidade da violência que vem acometendo tantas mulheres”, ressaltou.

Secom-Pb