Esporte

Entenda como o Corinthians se protege para não perder Gil de graça em dezembro

11 de julho de 2019

A diretoria do Corinthiansgarante não ter nenhuma preocupação em perder Gil, contratado por apenas seis meses, ao término desta temporada.

Com um novo contrato de três anos apalavrado com o zagueiro para o início de janeiro de 2020, a diretoria acredita ter se protegido juridicamente.

Segundo fonte ouvida pelo GloboEsporte.com, há multa prevista em caso de descumprimento do novo contrato. Pela boa relação entre diretoria, jogador e seu empresário (Carlos Leite), porém, há o entendimento que dificilmente o zagueiro de 32 anos sairia de graça do Timão.

Como publicou o “Uol Esporte” nesta semana, a decisão de firmar um contrato de apenas seis meses com Gil partiu do departamento financeiro do clube, que tenta evitar um déficit no balanço ao final do ano.