Cotidiano

Frei Anastácio faz apelo em defesa de irrigantes de São Gonçalo, no plenário da Câmara

15 de maio de 2019

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) registrou, no plenário da Câmara, o pedido das famílias do Perímetro Irrigado de São Gonçalo, no município de Sousa, Sertão da Paraíba, que querem a doação de terreno pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) para construção de uma Delegacia na área.

Segundo o deputado, a população de oito mil pessoas está assustada com a ação de ladrões, que estão roubando entre outras coisas, motores de irrigação, carros e gado. No mês passado, houve até assassinatos na região, o que deixou a população ainda mais assustada.

“Em nome da população do Perímetro Irrigado de São Gonçalo, solicito ao Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS) um local para que se instale uma delegacia de polícia na região, que beneficiaria não só a população do perímetro como também os sítios vizinhos como Pitombeira,Jenipapeiro, Nova Olinda, Lamarão, Malhada da Área e Matumbo, que somam quase oito mil pessoas”, disse o deputado.

Mudança na Irrigação

O deputado registrou que outra demanda importante que os irrigadores solicitam com urgência é a mudança do sistema de irrigação. “Atualmente são 5.200 hectares, mas destes, apenas 2.800 são irrigados. Se houvesse a mudança do sistema de irrigação, até 4.500 hectares poderiam ser irrigados. Isso beneficiaria 1.114 famílias irrigantes”, destacou.

O perímetro irrigado de São Gonçalo já foi considerado o maior produtor de coco do Brasil. Ficou conhecido por produzir a melhor água de coco do Brasil. Lá, eram colhidos cerca de 5,5 milhões de unidades de coco verde por mês. A produção era exportada para São Paulo, Brasília, Goiás, Rio de Janeiro, Fortaleza, Natal, Recife e João Pessoa.

“Com a atual situação de abandono pelo poder público, a região só vem produzindo 5% do potencial de antes. Dessa forma, o poder público tem que dar a atenção devida para que a população daquela área volte a produzir e tenha segurança”, afirmou.