Brasil

Morre paraibano Otacílio Cartaxo, ex-secretário da Receita Federal e ex-presidente do Carf

23 de dezembro de 2017

Ailton de Freitas / O Globo

Morreu na última quinta-feira (21), no Real Hospital Português do Recife, o ex-secretário da Receita Federal, o cajazeirense Otacílio Cartaxo, 73 anos. Ele comandou o órgão de julho de 2009 a dezembro de 2010 e presidiu o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) de janeiro de 2011 a dezembro de 2014.

Ele era um dos principais investigados pelo suposto esquema de corrupção do Carf

De acordo com a Receita Federal, Cartaxo lutava contra um câncer há mais de um ano. O corpo será sepultado nesta sexta-feira (22) no Cemitério de Santo Amaro, no Recife.

Em nota, o secretário da Receita, Jorge Rachid, lamentou a morte de Cartaxo, disse ter enviado condolências à família e classificou a perda de “inestimável”.

A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Distrito Federal também lamentou a morte de Otacílio por meio de nota. A OAB-DF lembrou que Otacílio, que era funcionário de carreira da Receita, realizou “um anseio da classe por longos anos” ao implementar a representação dos advogados no Carf, a partir de 2013.

História
Otacílio Dantas Cartaxo Filho, era filho do advogado e juiz do Trabalho, Otacilio Dantas Cartaxo e Hilda Albuquerque Cartaxo. Foi superintendente da Receita Federal de PE e do RN, transferiu-se para Brasília, foi Secretário Geral do Ministério da Fazenda no último governo Lula.

A mãe de Otacílio Cartaxo era irmã de Francisca Bernardo de Albuquerque, ambas filhas de Luiz Bernardo de Albuquerque, fazendeiro e empresário em São João do Rio do Peixe. Francisca era esposa do médico João Izidro, que atuou durante anos em Cajazeiras.

Da Redação (com Diário do Sertão)