Brasil

Joás não entra em ‘discussão política’ e explica certidão do Estado e dispara: “Déficit é real”

20 de dezembro de 2017

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Joás de Brito Pereira, explicou, nesta quarta-feira (20), a decisão de negar certidão ao Estado que viabilizaria a renegociação das dívidas da Paraíba com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para Joás, a análise do TJ mostra “a realidade”.

“Na certidão o Tribunal precisa dizer o que é a realidade, e está dizendo que há um deficit de 3 meses, que existe, e é de precatórios. Também dizemos que os demais estão sendo depositados, mas esse atrasado existe”, declarou à Arapuan Fm.

O presidente, ainda durante a entrevista à emissora de rádio, se negou a ultrapassar o argumento técnico para a tomada de decisão e disse: “Não posso entrar nessa discussão politica”.

Da Redação com WSCOM